Creuza Oliveira apoia ex-ministra Eleonora Menicucci

Creuza Oliveira, secretária geral da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas (Fenatrad), gravou vídeo para apoiar a ex-ministra de Políticas para as Mulheres Eleonora Menicucci.

Eleonora foi processada por chamar um ex-ator de televisão de estuprador. O caso teve grande repercussão midiática e no primeiro julgamento a ex-ministra foi condenada a pagar indenização ao reclamante.

Eleonora, à época, criticou e considerou crime de estupro após o ex-ator declarar que havia feito sexo com uma mulher desacordada. “Eu aqui não defendo mais a mim, defendo todas as mulheres brasileiras porque o estupro é um crime hediondo”, afirmou Eleonora Meniccuci, em entrevista concedida na última sexta-feira (20) no Sindicato dos Jornalistas de São Paulo.

Confira nota de solidariedade do Centro de Africanidade e Resistência Afro-Brasileira

Nota de solidariedade
O ator de filmes pornô, Alexandre Frota, declarou em programa de TV, em 2015, que introduziu o pênis em uma mãe de santo que estava desacordada, sendo tal prática tipificada como possível crime de estupro. Como era de se esperar, Eleonora Menicucci, então à frente do Ministério das Mulheres, repudiou a apologia ao crime. Foi processada, condenada e recorreu.
A luta da mulher e cidadã, Eleonora é da sociedade brasileira. Assim a punição da ex ministra é também a punição de toda a sociedade.
Não podemos compactuar com a cultura do estupro e somos a favor da reforma total da sentença.
E já.
JULGAMENTO:
Dia 24/10 , 3° feira.
Hora: 09:00 hs
Local: Fórum Central Cível João Mendes Jr,
Praça João Mendes S/N
São Paulo – SP
BH, 15 de Outubro de 17.
William Santos
Pres CDH OAB MG
Vinícius Marcus da Silva
Pres Sind Advogados MG
Makota Celinha
CENARAB – Centro de Africanidade e Resistência Afro-Brasileira, filiada à  CONEN cenarab@yahoo.com.br